Wagner Vieira: de empacotador em mercado a sócio da XP Investimentos

Clique no play para ouvir a história: 

 

Na semana passada, Wagner estava em Nova York, celebrando a entrada da XP Investimentos na Nasdaq, bolsa de valores norte-americana, com alta nas ações de estreia e avaliada em R$ 78,4 bilhões ao final do dia.

Além de ser fundador da BlueTrade, na lista das cinco operações mais relevantes da XP em todo Brasil, ele se tornou também sócio da XP. Quando começou sua jornada, como empacotador de um mercado na cidade de Franca, aos 13 anos, Wagner Vieira, conhecido como Wagnão, não podia vislumbrar tanto.

Estudioso e competitivo, diz que sempre buscou se destacar no que fazia. Tanto que, aos 15 anos, já era responsável pelas compras do supermercado, aos 18 fazia plano de carreira na Pernambucanas e aos 19 foi contratado em um banco, ainda cursando a faculdade de Administração de Empresas, paga com bastante custo.

Conquistas batalhadas. Mas ainda insuficientes para imaginar o que viria pela frente. Ele, que furtou um chocolate com o irmão mais velho porque a família não tinha condições de comprar, hoje é fundador de uma agência de investimentos com mais de 6,4 mil clientes ativos, R$ 3 bilhões sob custódia e 110 colaboradores distribuídos em seis filiais. Tem 35 anos.

– Eu não imaginei… quando fiz a quarta série, meu pai, em sua simplicidade, me disse que estava bom, que eu já tinha estudado bastante. Minha história poderia ter sido outra. Mas as coisas foram acontecendo, pessoas certas foram aparecendo na minha vida.

A rotina não deixa respiros. Dorme quatro horas por noite, está sempre na estrada e tenta ser marido e pai presente para os dois filhos pequenos. Não fala em canseira, contudo. E não cogita parar. Bem o contrário. Para o ano que vem, planeja abrir outras duas filiais.

– A minha causa é nobre: ajudar o brasileiro a investir melhor. Eu quero impactar mais pessoas, vender um sonho grande. Todos podem ser sócios: quero que as pessoas venham fazer parte, sonhem com a gente. É por isso que eu trabalho tanto: para fazer a empresa se perpetuar lá na frente.

BlueTrade Investimentos XP Ribeirão Preto

Wagner nasceu em Franca, interior de São Paulo, região de Ribeirão Preto. A mãe era cozinheira; o pai foi caminhoneiro e, depois, se tornou barbeiro.

É o filho do meio, entre três irmãos.

Para que tivesse uma formação melhor, mesmo morando na periferia, sua mãe usou o endereço dos avós para matriculá-lo em uma escola do Centro da cidade, Barão de Franca, considerada referência e onde estudavam filhos de famílias ricas.

– Era uma das melhores escolas da época. Foi determinante para mim.

Entre as lembranças da infância, está um boneco Rambo, escolhido em uma loja de departamentos na época do Natal. A mãe subiu para parcelar a compra no crediário, mas o cadastro não foi aceito. Voltou chorosa, pedindo que Wagner devolvesse o presente.

Quando tinha por volta dos nove anos, fez um furto com o irmão mais velho, para sanar um desejo de criança. Estavam acompanhando o pai no supermercado e decidiram que, naquele dia, não ficariam com vontade da barra de chocolate.

– Eu estava com um macacão jeans, comprido, e ele jogou por dentro, mas caiu no meu pé. Eu tive que ir mancando, com medo do segurança perceber. Esperamos meus pais dormirem e comemos o chocolate naquela noite.

Foi nesse mesmo mercado seu primeiro emprego, como empacotador, aos 13 anos.

A rotina, desde essa idade, era dividida entre trabalho e estudos. Em pouco tempo, conquistou a confiança da dona, que lhe colocou para fazer as compras do estabelecimento. Quando decidiu sair, aos 15 anos, para trabalhar nas Pernambucanas, pediram que ficasse.

Entrou no depósito e foi subindo de cargo. Conferente de caixa, chefe de estoque, vendedor do setor de eletrodomésticos. Para conquistar a chefia e a clientela, levava os manuais dos elétros para casa, e estudava o funcionamento. Também decorava tudo o que tinha no estoque, inclusive com o código de cada produto, para que não perdesse vendas pela iminência de não ter o item desejado à pronta-entrega.

– Eu fui me tornando referência! Tudo o que precisavam, perguntavam para mim.

Foi ali que conheceu Maristela, a namorada que se tornou esposa e companheira de jornada. Ela trabalhava no crediário. E eles seguiram juntos, desde então.

Também conheceu ali o amigo que se tornou companheiro na jornada do empreender. Leone Cabral, que fundou com Wagner a BlueTrade e é sócio e diretor na empresa ainda hoje.

Conta que foi um dos funcionários mais jovens a iniciarem plano de carreira na loja. A ideia era que se tornasse gerente, mas o amigo Leone havia conseguido trabalho no banco e o indicou para uma entrevista. A vaga era para a sala de ações. Wagner diz que foi aprovado entre 10 candidatos, a maioria com experiência na área bancária. O segredo?

– Eu contei minha vida. Fui transparente.

BlueTrade Investimentos XP Ribeirão Preto

Começou o trabalho no banco por volta de 2003. A semente da BlueTrade começou a ser plantada ali, quando se tornou gerente da sala de ações.

– O banco abriu portas para mim. Teve um peso muito grande.

Trabalhou por cerca de quatro anos na instituição bancária. Um amigo montou uma agência de investimentos em São Carlos, ligou contando o quanto estava dando certo e fazendo o convite para que Wagner também empreendesse. Chamou o amigo Leone para arriscarem juntos. E foram. Para comprarem os computadores e utensílios do primeiro escritório, com 35 metros quadrados, usaram um prêmio que Wagner conquistou no banco, pelo seu desempenho na aquisição de clientes.

Fizeram a transição aos poucos, com planejamento. Abriram a primeira empresa em 2007, mas ainda não a registraram como BlueTrade. Nos seis primeiros meses o lucro foi enorme. Compraram carros zeros e comemoraram. A bolha imobiliária norte-americana fez os investidores perderem dinheiro, porém. Precisaram vender os carros e reformular.

– A gente parou num posto, sentamos para conversar e eu, chorando, não acreditava que a nossa empresa tinha durado só seis meses!

O choro durou bem pouco. Decidiram tentar mais. Foram crescendo aos poucos, equilibrando os custos. Em 2009, receberam a visita da XP e o convite para se tornarem operadores. Em setembro de 2009, então, montaram a BlueTrade.

A sala de 35 metros cresceu para 120 e depois para um espaço próprio, em uma das principais avenidas de Franca. Três anos atrás, abriram uma filial em Ribeirão e agora já são seis pelo Brasil todo.

– A XP cresceu muito atuando na Educação Financeira. Nós vamos marcar uma geração, que está aprendendo a investir com a gente.

BlueTrade Investimentos XP Ribeirão Preto

Wagner e Maristela continuam morando em Franca, onde criam os dois filhos. Recentemente, ele comprou uma chácara, para reunir a família.

Viajou para fora do país duas vezes, a trabalho. Diz que gosta mesmo de ficar em casa, curtindo o pouco tempo que resta entre muito trabalho. Frequenta a igreja evangélica, onde toca violino. Aprendeu para os cultos.

Conta que nunca tirou férias. Alguns poucos dias, em pousadas com as crianças e a esposa.

– Mas eu sou apaixonado pelo que eu faço. É um filho que eu vi nascer.

Está fazendo um MBA em Investimentos e Private Banking.

Nas palestras que faz, nos conselhos que dá aos funcionários, relembra sempre a história que ouviu de um amigo, lá atrás, quando deixou o trabalho no mercado.

– Os vikings, quando chegavam para conquistar uma cidade, colocavam fogo no navio para não ter para aonde voltar. Não tem plano B, tem que dar certo. Coloca fogo nesse navio!

Também diz que “não é fácil ficar rico” e “não há atalhos”.

– Você tem que procurar fazer as coisas com o máximo de intensidade possível. A força de vontade de querer vencer, ter um propósito, buscar algo é o que nos move.

Faz escolhas, diariamente.

– Não tem dia fácil. Você nunca vai ser o melhor pai, o melhor marido, o melhor profissional. Tem que abdicar de alguma coisa. Eu tento fazer o melhor…

Entre os luxos, as guloseimas que tanto sentia vontade na infância. Trouxe de Nova York, voltando da Nasdaq, dezenas de barras e caixas de chocolate.

– Hoje, a gente pode comer chocolate quando quiser… essas coisas realmente marcam…

 

Foto de destaque: arquivo pessoal

 

*Quer traduzir essa história em libras? Acesse o site VLibras, que faz esse serviço gratuitamente: https://vlibras.gov.br/

 

Assine História do Dia por R$ 13 ao mês ou faça uma doação de qualquer valor AQUI.

Nos ajude a continuar contando histórias!

 

 

 

Comentários
  • Ana Cândida Tofeti
    Responder

    História linda de quem acredita na vida e não tem medo de trabalhar. Parabéns!

Deixe um Comentário

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar

DJ Freddy Ribeirão PretoNatal História do Dia